31 99157 9160 | 99157 2999

Defunto bom é defunto morto

Comédia escrita por Jair Raso e Ricardo Batista, dirigida e protagonizada por Ricardo Batista (conhecido principalmente por seus trabalhos em “Um casal aberto” e “Coisa de doido”).

DEFUNTO BOM É DEFUNTO MORTO é aquele tipo de peça sobre a qual não se pode adiantar muito para o espectador, sob a pena de perder o melhor do espetáculo, pois se trata de uma comédia policial com um roteiro absolutamente inusitado cujo mote principal é criar um verdadeiro quebra cabeça de suspense no qual a plateia é envolvida o tempo todo.

No espetáculo, os efeitos especiais, aliados ao suspense da trama, surpreendem o espectador a todo o momento. Com um ritmo frenético, os vários personagens, nos quais Ricardo Batista se desdobra, tiram o fôlego da plateia, além de provocar altas e boas gargalhadas numa comédia de arrepiar.

Um ator, um delegado e uma faxineira são personagens desta peça que, há mais de 10 anos, é sucesso de público em Belo Horizonte.